Copa do Brasil 2011

Um título que os sopradores de apito adiaram por 3 anos

2008 - Vasco teve gol erradamente anulado na vitória contra o Sport

O Vasco teve um gol erradamente anulado pela arbitragem na partida da noite de quarta-feira (28/05), em São Januário, em que derrotou o Sport por 2 a 0 pelas semifinais da Copa do Brasil. Caso tivesse vencido por 3 a 0, o Gigante da Colina teria se classificado para a decisão da Copa do Brasil sem necessidade de uma disputa por pênaltis.

O lance aconteceu aos 13 minutos do 2º tempo, quando o placar era de 0 a 0. Morais lançou para Pablo na ponta esquerda, que, de cabeça, cruzou para a entrada da pequena área; Edmundo chutou em cima do goleiro Magrão e, no rebote, Leandro Amaral completou de cabeça para as redes. O árbitro marcou impedimento de Pablo, atendendo a um aceno do assistente. Pablo estava na mesma linha que o penúltimo jogador do Sport.

Sport (-)2x0(-) Vasco (1º Jogo)
Vasco (4)2x0(5) Sport (2º Jogo)


2009 – Árbitro (Gaciba) não marcou um pênalti em Elton, que foi puxado por Chicão dentro da área.

Aos 16 minutos do segundo tempo, o zagueiro Chicão agarrou acintosamente a camisa do vascaíno Elton, dentro da área. O árbitro da partida Leonardo Gaciba, no entanto, não marcou nada.

No segundo jogo da semifinal, no Pacaembu, Leonardo Gaciba não marcou um pênalti claro de Chicão no atacante vascaíno Elton. O zagueiro puxou a camisa do vascaíno dentro da área no segundo tempo. Com o empate em 0 a 0, o Vasco acabou eliminado da Copa do Brasil.

Não marcou o puxão no Elton, e nos 30 minutos finais em diante inverteu faltas claras e deixou de marcar outras a favor do Vasco. Pendurou a zaga do Vasco com dois cartões amarelos e o meio campo do Corinthians bateu a vontade.

Vasco 1x1 Corinthians (1º Jogo)
Corinthians 0x0 Vasco (2º Jogo)


2010 – Árbitro (Roman) usa critérios diferentes e prejudica o Vasco contra o Vitória.

Em Vasco 3 x 1 Vitória, pelas quartas-de-final da Copa do Brasil, o árbitro Evandro Rogério Roman foi desastroso. Deu pênalti inexistente de Nílton em Neto Berola e ainda expulsou o vascaíno. Mas não deu cartão vermelho a Viáfara pelo penal em Elton. Mexeu nos rumos da partida, apitando à distância, sem critério e embarcando na onda dos cai-cai no primeiro tempo para deixar o jogo correr mais no segundo. Lastimável. O time baiano não tem nada com isso. Jogou mal, mas está na semifinal. O Vasco tem motivos para se queixar.

Elton driblou o goleiro do Vitória, Viáfara, teve chance clara de gol, sofreu pênalti pelo goleiro e o juiz não o expulsou. Nilton tinha sido expulso em lance muito parecido, porem com menos chance de gol para o time do Vitória. Inexplicável, dois pesos e duas medidas. O time baiano já tinha realizado 3 substituições e teria que colocar um jogador de linha no gol.

Juiz não teve critério nenhum na aplicação do cartão no pênalti a favor do Vasco, pois o Vitória jogaria com 1 homem a menos. O Viáfara fez a mesma coisa que o Nílton, e levou apenas um cartão amarelo.

Vitória 2x0 Vasco (1º Jogo)
Vasco 3x1 Vitória (2º Jogo)


2011 – VASCO DA GAMA CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL!

NÁUTICO 0 x 3 VASCO

Nas oitavas-de-final, o Vasco bate o Náutico, forte equipe dentro de seus domínios, por um placar muito favorável. Podia ser mais, Dede cabeceou uma bola na trave; Em outra cabeçada dele, a bola também bateu na trave, mas entrou (1x0)! Felipe Bastos estourou uma bola na trave também! Ramon encobriu o goleiro e outro gol vascaíno foi evitado em cima da linha. Em uma jogada pela direita, Eder Luis cruzou e Alecsandro entrou com bola e tudo (2x0)! Aos 47' do 2º tempo, Bernardo, em uma investida em direção ao gol, ao passar por 2 marcadores, sofre falta. Perto da grande área, frontal pro gol. Ele mesmo bate, no ângulo (3x0)! Prass esteve bem e nenhuma bola entrou no gol cruzmaltino!

ATLÉTICO-PR 2 x 2 VASCO

Nas quartas-de-final, o Vasco novamente consegue um placar favorável fora de casa. Vencia por 2x1, porem, aos 43’ do 2º tempo, os donos da casa empatam com Paulo Baier. Os 2 gols marcados pelo time vascaíno iria garantir a classificação às semifinais! Alecsandro (1x0) e Diego Souza, num belo chute da entrada da grande área, fez um golaço (2x1)!

AVAÍ 0 x 2 VASCO

Semifinais - Já no início da partida, Felipe cobra uma falta pela direita, perto da linha lateral, em direção à área; Diego Souza sobe, mas o jogador do Avaí faz o trabalho! Bola na rede (1x0). Alecsandro, conduzindo pelo meio, de frente para o gol, na entrada da grande área, com 2 jogadores adversários a frente, tinha 2 opções: bola a esquerda para Diego Souza, ou bola a direita para Eder Luis. O mais livre era o Diego Souza e Alecsandro acertou! Rolou a bola entre os 2 marcadores adversários; Diego Souza invadiu a área e a bola o encontrou; Com um toque nela, encobre o goleiro e garante o Vasco na final (2x0)! Histórica comemoração de Diego Souza, era o Trem Bala da Colina 2011, fazendo a diferença nos estádios adversários!

VASCO 1 x 0 CORITIBA

1ª Final - Eduardo Costa pela direita, passa para Bernardo, mais ao centro. Diego Souza também ao centro, recebe e passa para Alan. Alan a direita, na entrada da grande área, cruza em diagonal. Alecsandro, de fora da pequena área, cabeceia pro gol (1x0)!

CORITIBA 3 x 2 VASCO

2ª Final - Com os 10 primeiros minutos de jogo, Diego Souza dá um passe de 20 metros a frente, Eder Luis na corrida, chega na bola, já na entrada da grande área, pela direita, a poucos metros da linha de fundo; Invade a área e cruza rasteiro para dentro da área. Alecsandro aparece e manda pro gol (1x0)!

O vascaíno que acompanhou a decisão do Brasileiro de 97 e a decisão da Mercosul de 2000, e sobreviveu, deveria estar vacinado, mas acredito que a tensão da decisão da Copa do Brasil de 2011 conseguiu testar a torcida vascaína, e chegar aos níveis das citadas decisões. Aos 29' do 1º tempo, empate do Coritiba. Aos 44', virada: 1x2. Aos 12' do 2º tempo, Eder Luis conseguiu encaixar um chute de muito longe da área (2x2)! Nada que tranquilizasse a torcida! Pois o jogo estava alucinante. Tanto é, que, aos 21' do 2º tempo, com um chute também de longe, o Coritiba volta a ficar na frente (2x3). E a partir daí, não teve como não lembrar das decisões contra o Palmeiras! Após o jogo, festa pelo Brasil, para comemorar o título desse time tão amado como o Vasco da Gama!







Nenhum comentário:

Postar um comentário